Skip To Content
BuzzFeed News Home Reporting To You

Utilizamos cookies, próprios e de terceiros, que o reconhecem e identificam como um usuário único, para garantir a melhor experiência de navegação, personalizar conteúdo e anúncios, e melhorar o desempenho do nosso site e serviços. Esses Cookies nos permitem coletar alguns dados pessoais sobre você, como sua ID exclusiva atribuída ao seu dispositivo, endereço de IP, tipo de dispositivo e navegador, conteúdos visualizados ou outras ações realizadas usando nossos serviços, país e idioma selecionados, entre outros. Para saber mais sobre nossa política de cookies, acesse link.

Caso não concorde com o uso cookies dessa forma, você deverá ajustar as configurações de seu navegador ou deixar de acessar o nosso site e serviços. Ao continuar com a navegação em nosso site, você aceita o uso de cookies.

Jay Carney Denounced Negative Third Party Attacks In May

White House press secretary Jay Carney dodged questions today about a negative ad implicating Mitt Romney in the death of a steelworker's wife, a charge which also ran on the Obama campaign website. In May, however, Carney was more willing to denounce negative attacks, discussing a plan by Joe Ricketts to attack the President for his ties to the Reverend Jeremiah Wright. "To launch a multimillion dollar divisive attack campaign is not what the American people want," Carney said. "There are moments when you have to stand up and say that's not the right way to go."

Posted on August 10, 2012, at 2:09 p.m. ET

View this video on YouTube

youtube.com

A BuzzFeed News investigation, in partnership with the International Consortium of Investigative Journalists, based on thousands of documents the government didn't want you to see.